Planejamento Sucessório Familiar: as principais vantagens e ferramentas

15/10/2020

Planejamento Sucessório Familiar: as principais vantagens e ferramentas

O tema “morte” ainda causa muito desconforto e receio ao discutir este fato, fazendo com que o Planejamento Sucessório não receba a devida importância, e muitas vezes seja até mesmo evitado pelas famílias. Entretanto, a sua discussão é de suma importância, pois pode evitar uma série de problemas e desgastes familiares no futuro.

No entanto, o cenário nos últimos tempos tem mudado e as famílias tem mostrado consciência e interesse sobre o ato de se planejar, sobretudo, devido ao aumento de alíquotas do imposto sobre a transmissão de bens, valores exorbitantes em processos de inventário  e notícias de celebridades que não se prepararam adequadamente. Alguns estudos dizem que um patrimônio construído pelo patriarca, em média, acaba se extinguindo após três gerações, quando há uma transmissão desorganizada.

O Planejamento Sucessório nada mais é que o ato de organizar antecipadamente a transmissão do patrimônio entre as gerações. É por meio deste planejamento que é possível garantir que a vontade do sucedido prevaleça e que o patrimônio não se perca entre as gerações, além de evitar todo o desgaste que uma falta de planejamento de sucessão pode causar aos familiares.

Durante o processo de Planejamento Sucessório, o sucedido define quem serão seus beneficiários, quais os percentuais direcionados a cada um, quem será o seu sucessor na empresa, quem administrará os bens imóveis e a quem cabe cada um dos bens. Ressaltamos que o planejamento sempre deve respeitar a legislação vigente e a legítima, ou seja, proteção e garantia que os herdeiros necessários recebam 50% do patrimônio do testador, conhecido também como parte indisponível (saiba mais no conteúdo onde abordamos o Testamento).

O Planejamento Sucessório é indicado geralmente para famílias com muitos bens, mas não somente a elas. Qualquer pessoa é apta a realizar um Planejamento Sucessório, organizando antecipadamente seu patrimônio, reduzindo os riscos de conflitos e algumas vezes, reduzindo consideravelmente os gastos.

São diversas as ferramentas utilizadas para um Planejamento Sucessório, algumas delas já foram assuntos de post no nosso blog, tais como: administradora de bens, doação, testamento, fundo exclusivo, previdência privada. As ferramentas são utilizadas sempre de acordo com o patrimônio, a estrutura familiar e os objetivos individuais e comuns. Nem sempre o que funcionou para uma família, funcionará para outra.

O SOMMA Multi-Family Office tem estado ao lado das famílias neste processo de Planejamento Sucessório, auxiliando na definição dos objetivos e nas escolhas das ferramentas adequadas. Nosso propósito é ajudar as famílias a terem mais tempo focado com o que realmente importa, e não em preocupações em como o patrimônio ficará após a troca de gerações.

Caso você queira conhecer mais sobre nossos serviços, entre em contato conosco, estamos à disposição. Nossa intenção é facilitar todo este processo para você e sua família, ficaremos contentes em poder auxiliar!

Assuntos relacionados