O que é melhor: investir em BDR’s ou diretamente no exterior?

01/09/2021

O que é melhor: investir em BDR’s ou diretamente no exterior?

investir em BDR’s ou diretamente no exterior

Você sabia que é possível investir nas maiores empresas estrangeiras do mundo, como Coca-Cola, Amazon, Apple, Google e outras? E você sabia que temos algumas formas de fazer isto, mesmo que estas empresas não estejam listadas na nossa bolsa de valores brasileira? Temos basicamente duas formas de sermos sócios de empresas estrangeiras, e é este assunto que abordaremos a seguir.

Para que possamos comprar ações listadas em outros países, nós brasileiros temos duas opções que geram dúvida na hora da escolha, já que não é tão claro quais são as diferenças entre elas. A decisão deve ser feita entre escolher comprar BDR’s ou investir diretamente no exterior. Para isso, você deve saber que BDR (Brazilian Depositary Receipts) se refere a um recibo de uma ação ou título estrangeiro, negociado aqui no Brasil. Mas não entraremos em maiores detalhes acerca deste recibo, pois temos um artigo que aborda este assunto.

Para poder comparar as duas alternativas, devemos entender os custos e riscos envolvidos em cada uma delas.

Risco de Liquidez

O primeiro risco de que devemos levar em consideração, é o risco de liquidez. O mercado de BDR’s no Brasil cresceu bastante nos últimos anos, e hoje alguns destes títulos já contam com número de negócios diários satisfatórios para que não haja nenhum movimento brusco desregulado nos preços. Por exemplo, um fundo de investimento quer fazer a compra de uma grande quantidade de um BDR, mas a quantidade destas ações sendo vendidas é muito baixa, fazendo com que esta operação de compra acabe por aumentar muito o preço do papel.

Este risco deve ser levado em consideração, por mais que tenha sido mitigado nos últimos anos, tanto pelo aumento de liquidez nos mercados de BDR’s, quanto graças aos formadores de mercado. O BDR tem por objetivo replicar o retorno de um ativo estrangeiro, e o formador de mercado, é um player que se compromete a prover liquidez e atuar quando necessário para que este recibo replique o retorno do ativo em questão.

Já investir no exterior não apresenta este risco, pois se negociará as ações diretamente na bolsa original do papel, ou seja, é esperado que seu volume de negociações seja muito maior do que em outros mercados.

Dividendos

Tanto o investimento direto quando o investimento via recibos (BDR) dará ao investidor o direito de receber dividendos da empresa investida, e nos dois casos o valor entra líquido na conta do investidor. Entretanto, os dividendos via BDRs, sofrem taxações a mais, já que é o dono da ação que recebe tais proventos, e o comprador do BDR tem apenas um recibo do papel. E para que este recurso chegue ao destino, alguns custos extras de transação devem ser levados em consideração. Por mais que estas taxas sejam pequenas, no longo prazo e com juros compostos, a diferença do valor final pode ser gritante.

Custos

Ao comprar ou vender uma ação, a remuneração paga a corretora por esse serviço é a taxa de corretagem. Ela será paga tanto ao comprar BDR’s quanto ações diretamente no exterior. Entretanto, esta taxa varia de corretora para corretora.

Outro custo envolvido, é o spread cobrado para converter reais em dólares, e só deverá ser feito para quem deseja investir diretamente no exterior, já que, ao comprar BDR’s você está comprando na moeda local um recibo de um ativo no exterior. O custo desta conversão também varia entre as corretoras, que cobram spreads diferentes entre as conversões no mesmo dia, e as realizadas apenas no próximo dia útil. Além disso, o custo de IOF incidirá sobre esta operação de câmbio.

Conclusão

Tanto BDR’s quanto investir diretamente no exterior expõe o investidor aos riscos cambiais, já que você está comprando um ativo lastreado em uma moeda diferente do real.

Por mais que investir no exterior tenha alguns custos a mais, e você esteja suscetível às leis e impostos do país local, você terá acesso a uma gama muitas vezes maior de opções de ativos do mundo inteiro.

Por outro lado, ao investir via BDR’s, você tem menos opções de investimentos, e com uma menor liquidez, mas você tem a praticidade de fazer isso por sua própria corretora local, através de seu home broker.

Para cada tipo de investidor há a melhor opção, mas na dúvida, invista com gestores profissionais  que no longo prazo, seu dinheiro vai agradecer.

 

 

Assuntos relacionados