A Importância do Planejamento Financeiro Pessoal

21/07/2020

A Importância do Planejamento Financeiro Pessoal

Planejamento Financeiro Pessoal

Cada vez mais, observamos uma popularização do acesso à Educação Financeira, impactando positivamente a vida das pessoas. Dessa forma, muitas são as atividades que devem ser feitas e pensadas para colocar as finanças em ordem, porém, uma essencial é o Planejamento Financeiro Pessoal, cujo objetivo é trabalhar os recursos e as despesas ao longo do tempo, simulando diferentes cenários e traçando planos de contingência para esta difícil equação.

Trazendo diversos benefícios para aqueles que o elaboram, o planejamento das finanças de uma pessoa ou família pode ser trabalhoso e árduo, porém garante tranquilidade e clareza no futuro, além de proporcionar prazer ao se gastar os valores orçados. Nesse sentido, acreditamos que não há quem não se beneficie dele porque partimos da premissa de que a maioria de nós quer viver uma boa vida com menos transtornos possíveis.

Esse estudo pode ser feito de algumas formas diferentes e com níveis de sofisticação também distintos, porém, em última instância, o que importa é se ele responde aos seus objetivos e garante uma boa projeção dos cenários por quem os elabora.

Ítens básicos que um Planejamento Financeiro deve conter

Receitas e despesas da pessoa ou família ao longo de algum período considerável devendo ser considerados tanto os eventos fixos:

  • Contas a pagar
  • Aluguéis
  • Salários a receber

Quanto os variáveis:

  • 13º salário, bonificações
  • Dividendos pontuais

Importante ressaltar que nada deve ser deixado de fora, uma vez que um lançamento pode alterar toda a projeção.

Como já comentamos, acreditamos ser de extrema importância informar que um Planejamento Financeiro se trata de projeções e simulações acerca do futuro. Desse modo, os lançamentos não devem ser tomados como imutáveis, uma vez que a vida pode mudar as perspectivas. Nesse sentido, há que sempre se revisar e atualizar o modelo visando uma melhor adaptação.

Em algumas situações, o Planejamento Financeiro pode conter o cenário mais provável – no qual só é simulado aquilo que já está definido – e o cenário mais contingente – no qual é simulado mudanças drásticas nas suas fontes de receitas ou despesas.

Além disso, podemos traçar comparações de cenários visando identificar qual será o mais vantajoso, como no caso de decidir entre comprar um apartamento ou alugar. Nesse tipo de simulação, podemos observar qual é a melhor escolha e entender quando o investimento se pagará. Expandindo essa ideia para outros objetos, podemos aplicá-la na aquisição de um carro ou, até mesmo, na criação um negócio.

Além de montar um bom planejamento e entender mudanças que precisam ser feitas, é importante fazer essa transição de pensamento para ação, dado que o objetivo definido a partir do resultado do planejamento só irá se concretizar à medida que mudanças ocorram.

Acreditamos que, com um bom Planejamento Financeiro Pessoal é possível se preparar para diversas situações difíceis da vida e conseguir definir objetivos visando estruturar uma reserva para emergências, construir patrimônio ou mantê-lo. Além disso, ao realizá-lo acabamos conseguindo ter uma noção melhor de como irá ser a vida financeira ao longo dos meses e se preparar para ter que usar reservas caso se reduza alguma receita.

Na próxima publicação, abordaremos o serviço de Planejamento Financeiro elaborado pela SOMMA Multi-Family Office e explicitar como pensamos os cenários base para alguns perfis de clientes.

SOMMA Multi-Familly Office

Assuntos relacionados